*/
  • Posted by : Brasil é hora de acordar sábado, 27 de julho de 2013

    Cleonice Vieira de Morais trabalhava na limpeza de uma praça e teve de se refugiar de um confronto


    Uma gari de 51 anos morreu na manhã desta sexta-feira (21/06) em Belém, no Pará, depois de ter inalado gás lacrimogêneo lançado pela Polícia Militar em confronto com manifestantes ontem. Cleonice Vieira de Morais trabalhava na limpeza do centro da cidade e estava nos protestos. Houve conflito entre os PMs e civis em frente à prefeitura e várias pessoas correram para se refugiar.
    Cleonice se juntou aos colegas de trabalho e se protegeu dentro do monumento de um bonde restaurado, que é ponto turístico em Belém. Eles permaneceram no local e, após a explosão das bombas, a gari passou mal, teve uma parada cardíaca e precisou ser socorrida. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, ela tomava remédios controlados para hipertensão.
    Segundo o secretário de Saneamento da cidade, Luiz Otávio Mota, os trabalhadores não foram obrigados a ficar no local durante os confrontos. A Polícia Militar não se pronunciou ainda sobre o caso.
    A outra vítima foi o estudante Marcos Delefrate, de 18 anos, que foi atropelado por um carro que tentava passar pelos manifestantes na cidade de Ribeirão Preto, em São Paulo. Lá, pelo menos 25 mil pessoas saíram para protestar ontem e outras três pessoas ficaram feridas - uma delas está em estado grave. O motorista responsável pela morte de Marcos está foragido.



    UOL

  • Ocorreu um erro neste gadget

    Copyright © 2014 - Brasil, é hora de Acordar - Todos os direitos reservados

    Brasil, é hora de acordar Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan